Manter uma rotina produtiva é um desafio diário para a maioria das pessoas. Como nós, jornalistas, temos rotinas pesadas e muitos afazeres, conseguir concluir todas as tarefas requer foco, bloquinhos de anotações e o estudo de técnicas de produtividade.

É importante falar que não existe a necessidade de aprofundar, a menos que esse seja um assunto de seu interesse. Nessa publicação, vamos abordar os principais métodos. Se você já se interessa por esse assunto, poderá relembrar e aprofundar, e se você nunca pesquisou a fundo sobre técnicas de produtividade, aproveite a oportunidade. Essas dicas podem mudar completamente a sua rotina e você poderá atingir os seus objetivos com mais facilidade.

Blocos de foco – Pomodoro

Resultado de imagem para pessoa focada gif

Sabe quando você tem tantas coisas para fazer, que não sabe por onde começar? Quando você separa seus afazeres em blocos de foco, isso dificilmente acontecerá novamente. É uma técnica muito comum e não requer nenhum tipo de esforço “fora do normal” para se manter produtivo e focado.

Essa técnica pode ser chamada também de técnica Pomodoro. Existem diversos aplicativos que podem te ajudar a não esquecer de manter o foco. Você define, por exemplo, 25 minutos de foco e 5 minutos de descanso. O celular te avisa quando deve descansar e quando deve começar a trabalhar novamente. Dessa maneira, você estará “marcando hora” para a procrastinação, que poderá ser feita nesses 5 minutos de intervalo.

Anote tudo – tudo mesmo

Resultado de imagem para pessoa anotando gif

Imagine que você está no trabalho e recebe uma tarefa. Nesse caso, você tem 3 opções: fazer na mesma hora, anotar para fazer depois ou deixar só na sua cabeça, e fazer quando lembrar (se lembrar). Deu para perceber que essa técnica é ligada diretamente a produtividade em qualquer área da sua vida?

Mesmo que a sua memória seja excelente, é muito importante que você deixe a cabeça livre, tendo tudo anotado em uma agenda ou aplicativo. Dessa maneira, você também pode controlar tudo que já fez e tudo que ainda tem para fazer, pode separar melhor as suas tarefas, encaixando-as nos blocos de tempo. É produtividade na certa.

Blocos de tarefas

Resultado de imagem para pessoa trabalhando gif

Da mesma maneira que é interessante ter blocos de foco, é importantíssimo ter blocos de tarefas. Vamos para um exemplo. Imagine uma pessoa que faz estágio na parte da manhã e estuda a noite. Essa pessoa tem a tarde livre, então, é interessante que divida esse tempo em blocos. 2 horas de estudos, 1 hora de leitura e 1 hora de cursos online para aprimorar o desenvolvimento no estágio, são ideias interessantes. É claro que nem sempre é possível montar uma rotina assim, mas com os blocos de tarefas você pode fazer muito mais coisas e não sobrará tempo para pensar em procrastinação.

É recomendado o uso de uma agenda ou de um aplicativo para organizar a rotina e esses blocos de tempo no final de semana, assim, durante a semana você não precisará se preocupar tanto, só terá que lidar com imprevistos.

Essas dicas podem te ajudar a ter uma rotina mais produtiva e mais organizada, não deixar nenhum trabalho da faculdade em cima da hora e tirar um tempo para fazer cursos e adquirir habilidades que podem valer uma contratação naquele estágio tão amado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *